quarta-feira, 13 de maio de 2015

PRAZER EM VOLTAR COM PUBLICAÇOES NESTA PAGINA

Inesquecível sertão
Terra dos meus ancestrais
Dos meus avós, dos meus pais
Todos do mesmo rincão
Tenho a recordação
Daquele tempo passado
Que tirava no roçado
As moitas de mororó
Caçava, armando quixó
NO SERTÃO QUE FUI CRIADO.

Ali o povo vivia
Com muita simplicidade
Sem requinte e vaidade
Sem modismo e fantasia
Cada família queria
Ver cada filho educado
O povo era acostumado
A servir e respeitar
Dava gosto se morar
NO SERTÃO QUE FUI CRIADO.

Sertão caboclo da luta
Do camponês destemido
Que mesmo sendo esquecido
Faz valer sua conduta
E da cabocla matuta
Que faz serviço pesado
Limpa mato, tange gado
Ceva capão e suíno
Todo ano tem menino
NO SERTÃO QUE FUI CRIADO.

Essa gente nordestina
Tem cultura e tradição
É bom se ver no sertão
Toda festança junina
No toque da concertina
O forró é animado
No pavilhão enfeitado
Ali perto da floresta
É meio mundo de festa
NO SERTÃO QUE FUI CRIADO.

Sertão fértil, terra boa
Que tem raposa e gambá
Xexéu, concriz, sabiá
Garça e pato na lagoa
Orelha de pau e broa
Fígado de porco torrado
Milho assado e cozinhado
Galinha que cacareja
Bode que berra e bodeja
NO SERTÃO QUE FUI CRIADO.

Um comentário:

  1. Conheça as melhores lojas no Brasil em SP que os famosos compram replicas de relógios famosos:

    Relogios Masculinos
    , dicas e promoções exclusivas...varios modelos tematico sobre carros e motos das marcas de Relogios Femininos , Replica de Relogios , Relógios Replicas ..

    ResponderExcluir